sexta-feira, 10 de junho de 2011

Homofobia

Galera eu estava pensando um pouco no que seria a homofobia... Só vou expressar minha opinião no final do post...

Partindo da idéia de que homofobia é o medo, receio ou até mesmo preconceito aos homossexuais, podemos achar algumas razões pelas quais os homens acabam tornando-se homofóbicos.

Presta atenção nisso, é um pouco complexo, quantos aqui conseguem resistir aos vendedores? Muitas das vezes compramos coisas que não gostaríamos graças à estas pessoas tão convincentes. Eu mesmo já comprei uma calça apertada e que caia na cintura por causa de um vendedor extremamente convincente.

Para um homem gera um certo receio de encontrar com um homossexual, se um vendedor facilmente lhe faz gastar dinheiro em algo desnecessário, um outro homem lhe oferecendo prazer gratuito pode se tornar uma proposta irrecusável e isso gera um medo, deve passar pela cabeça do rapaz...

"Cara, e se eu levar uma cantada? Cara, e se eu aceitar? Cara e se eu gostar? Definitivamente eu tenho medo de um homossexual, se os caras conseguem até vender sapatos para cotocos, vai conseguir me convencer fácil, por isso que eu tenho que passar beeeeeem longe..."

Faz sentido...

Mas sobre o homossexualismo, sobre a PL122, sobre a homofobia.

Bom eu não concordo com atos como assaltos, roubos, assassinatos mas nem por isso eu sou um justiceiro.

Não concordo com homossexualismo, acho uma prática errada, pecaminosa, mas nem por isso sou um homofóbico.

Não concordo e não gosto mesmo de atitudes mentirosas, falsas, hipócritas, sinceramente acho que estes pecados são como o cancer para alma, mas nem por isso eu vou sair matando todo mundo e maltratando quem tem estas atitudes.

Porém eu cometo pecados, e não são poucos, que moral eu tenho para julgar um homossexual, um assassino, um assaltante, um mentiroso, um hipócrita? Não tenho moral alguma para julgá-los ou condená-los.

Mas isso não muda o fato de que eu NÃO CONCORDO COM HOMOSSEXUALISMO, e outra coisa, Deus não se agrada com este tipo de prática, porém Deus vai continuar amando até mesmo seus filhos homossexuais, os seus filhos emos, os seus filhos que acabam lançando uma mentirinha ou duas, que fazem pecadinhos, Deus vai continuar amando a todos.

A minha obrigação é amar a Deus sobre todas as coisas e os filhos de Deus, independentemente de qual pecado optou por não se corrigir.

Bom, eu acho que isso vai gerar comentários, mas eu gostaria de ler o que vier, aceito opiniões, críticas, enfim...

Fiquem todos na imensa paz do Nosso Senhor.

Vamo que Vamo galera...

Abração Fuuuuuuuuuuuuuuuuu



9 comentários:

  1. A orientação sexual não é uma escolha, ao contrario do que foi dito no post anterior a esse. Ninguém decide sofrer e ser tratado com desprezo até mesmo pelos seus próprios pais. Ninguém decide pelo caminho mais difícil! No entando não da pra viver a mercê de um falso moralismo em troca da infelicidade.
    O que é certo ou errado?! É certo se adequar a uma vida que não é sua? É correto o homossexual casar-se com uma pessoa do sexo oposto, sendo infeliz e consequentemente não realizar o seu cônjuge!? E é ai, apenas ai que está a escolha, o gay decide em ser ou não feliz! Porque mesmo que a escolha seja viver essa vida reprimida dentro dos padrões, casando-se apenas para manter a idéia que dizem ser a "certa" ele continuaria sendo o que é.
    É ridículo comparar um homossexual com práticas como assassinato, assalto, mentira e hipocrisia. Isso não seria um tipo de homofobia?
    Ao contrário do que muitas pessoas pensam o homossexual não é uma pessoa promiscua. O gay é apenas uma pessoa, um ser humano, que ama outro! A propósito não disso que fala nos primeiros mandamentos? e não é essa a definição de Deus? O AMOR. Ele é amor, nós somos frutos do amor, e todos temos o direito de amar. As igrejas estão pregando uma religião e não o verdadeiro Deus, com tanta religiosidade as pessoas criam uma imagem errada do Pai, e Ele não é o cara que muitas igrejas pintam, muito pelo contrário. Deus é tão cheio de amor que nos deixa livre, tem maneira mais plena de amar que essa? Um amor Ágape!! É nesse Deus que acredito. Achei interessante uma citação na última pregação do pastor Rui Luís Rodrigues, quando ele disse que "Deus nos ama tanto que nos liberta até de si mesmo" Ele sai do centro na hora do amor sexual. Sei que o contexto era de uma relação Hetero. Mas de uma coisa ninguém pode questionar, o amor verdadeiro é amor que liberta o ser amado.

    ResponderExcluir
  2. Realmente Aline, você está correta nos seus argumentos.

    Eu não sou ninguém para julgar uma atitude, seja esta atitude tida por alguém que seja homossexual, seja por alguém que seja um assassino, seja por alguém que seja um egoísta, seja por alguém que seja prepotente, não interessa qual das suas atitudes não se enquadra no padrão bíblico.

    Homossexualismo é errado sim, segundo os padrões Bíblicos, segundo os padrões Cristãos, mas não há 1 ser nesta Terra capaz de julgar se é certo ou errado uma pessoa levar uma vida assim ou assado.

    Esta a questão, em uma outra oportunidade, leia o post novamente, vai ver informações que havia no texto que ficaram obscuros devido stress emocional causado no primeiro impacto ao questionar esta atitude.

    ResponderExcluir
  3. Aline, acredito que você precisa conhecer a bíblia melhor, posso aconselhar você a ler e entender aquilo que Deus tem realmente para nossas vidas, pois somente na bíblia há uma MANUAL DE INSTRUÇÕES para a vida do Homem, bom vou colocar algumas coisas aqui, espero que voce entenda da melhor maneira.

    Levítico 18: 22
    "Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação."

    Levítico 20: 13
    "Se um homem se deitar com outro homem, como se fosse com mulher, ambos terão praticado abominação; certamente serão mortos; o seu sangue será sobre eles."

    Romanos 1: 24-32

    Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si;

    pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém.

    Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza;

    semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro.

    E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm;

    estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade;

    sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pais;

    néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia;

    os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam.


    Espero ter ajudado, e procure você ajuda, Deus te ama e quer cuidar de você, como você bem deve saber, Deus criou Adão e Eva.

    Genenesis 1: 26-31

    E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra.

    Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.

    Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.

    Disse-lhes mais: Eis que vos tenho dado todas as ervas que produzem semente, as quais se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dê semente; ser-vos-ão para mantimento.

    E a todos os animais da terra, a todas as aves do céu e a todo ser vivente que se arrasta sobre a terra, tenho dado todas as ervas verdes como mantimento. E assim foi.

    E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. E foi a tarde e a manhã, o dia sexto.

    Apocalipse 21: 08

    "Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte."

    ResponderExcluir
  4. Bom Aline, primeira quero lhe parabenizar por ter tantos argumentos, isso prova sua inteligencia, mas enfim, realmente na biblia esta escrito que devemos amar, no entando que eh o primeiro mandamento, tenho que te amar da forma que voc eh, independente de cor, sexo, religiao ou etinia. Porem na propria biblia esta escrito, todas as coisas eu posso, mas nem tudo me convem, dai voce cita sobre os gays ficarem com o sexo oposto (mulheres) para a sociedade ter que aceita-lo porque seria um escandalo se ele vivesse com outro homem, e seria mto infeliz pois ele eh GAY, por isso o "IDE" de Deus , ide por todo mundo e pregai o envangelho a toda criatura, certamente na biblia esta escrito que "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertara". Se todos os homossexuais, assassinos, ladroes, mentirosos, etc conhecessem a Deus certamente seriam libertos de todos esses pecados, pois a unica felicidade esta em Jesus. E outra somos a imagem e semelhanca de Deus, sera que temos representado Deus correta, tenho certeza de que Deus ama todo mundo, independente de qualquer coisa, porem Deus nao se agrada disso, pois Ele criou o homem e a mulher para que vivam juntos. Espero ter te ajudado aew

    ResponderExcluir
  5. um assunto que está sendo muito comentado, mas pouco estudado como deveria ser – a Bíblia e a sua relação com os homossexuais. A homofobia tem fortes raízes na falta de conhecimento, na propagação de interpretações superficiais da Bíblia e na falta de discernimento das pessoas. Todo mundo gosta mesmo é de ter tudo mastigadinho, de ter um líder, uma pessoa supostamente capacitada para nos dizer o que é certo ou errado. Quando falamos da Bíblia, precisamos imediatamente nos conectar com a época em que ela foi escrita para se ter uma interpretação mais correta de seus ensinamentos.

    A única passagem do Novo Testamento que fala de homossexualidade está em Romanos I, onde Paulo fala de vários pecados, entre eles a idolatria (e o sexo baseado nela). Como a base do preconceito dos cristãos (evangélicos e católicos) vem da Bíblia, nada mais justo que saibamos onde está a passagem que fala dos homossexuais e em que contexto foi escrita. Achei importante postar Romanos I completo no final deste texto para uma melhor compreensão que, agora, será contextualizada. Não entrarei em Levíticos, por tratar-se do Antigo Testamento (referente à época anterior a Jesus), que condena várias outras questões, além da homossexualidade, que hoje estão muito bem resolvidas e aceitas em nossa sociedade.

    Agora vamos voltar no tempo, relembrar as aulas de história que pareciam tão inúteis, mas que tem um peso muito grande para entendermos melhor em que contexto a Bíblia foi escrita.

    ResponderExcluir
  6. Havia um imperador romano chamado Gaius Julius Caesar Augustus Germanicus; nascido em 12 d.C. – e falecido em 41 d.C. , também conhecido como Caio César ou Calígula (Caligula). Há um filme sobre ele que ilustra bem como era a sociedade romana naquela época. A idolatria por deuses greco-romanos (como Príapo, deus da fertilidade) era intensa e eram comuns práticas sexuais abusivas em nome de deuses homossexuais. Escravos, assim como as mulheres, as crianças e até os animais não escapavam do abuso sexual. Calígula realizava as suas aparições públicas vestido de deus e semideus, como Hércules, Mercúrio, Vênus e Apolo. Ficou conhecido por abusar das mulheres dos seus súditos, por matar por pura diversão, por provocar fome na população e por querer erigir uma estátua de si mesmo e ser adorado por todos. Além de todas essas barbaridades, o imperador romano foi acusado de manter relações incestuosas com as suas irmãs, mostrando toda a sua loucura e perversidade sexual.

    ResponderExcluir
  7. Bacanais, (que eram orgias sexuais em honra ao deus do vinho, Baco) se tornavam públicas, onde homens e mulheres se misturavam e faziam sexo sem distinção e sem critério. Outro imperador romano que ficou muito conhecido foi Nero que dizia ser “homem de todas as mulheres e mulher de todos os homens”, deixando claro um comportamento totalmente sem critério e sem proximidade com a nossa sociedade atual.

    Em Romanos I, fica claro a condenação à idolatria e tudo o que era praticado para este fim, mas em momento algum a homossexualidade, a relação homoafetiva, sem idolatria a deus algum, sem prostituição ou promiscuidade, foi julgada como sendo pecaminosa. A palavra “homossexual” nem foi citada, provavelmente nem existia, pressupondo que o que Paulo condenava eram as práticas sexuais de pessoas que podiam nem ser homossexuais, isto é, homens que faziam sexo com outros homens por idolatria, sem seguir sua vontade, seu coração, sua “natureza”. Homens que deixaram o “uso natural da mulher”, para praticar todo o tipo de torpeza, baseados em emoções ruins e em adoração por deuses criados pela ilusão das pessoas.
    No trecho: “Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;” - fica claro que Paulo referia-se a essas pessoas, que possuíam todo tipo de pervesidade sexual e moral, independente de ser homossexual ou não.
    A homossexualidade, hoje, é algo bem distinto do que era conhecido naquele tempo. O contexto mudou, as relações sociais mudaram, a afetividade ganhou um papel muito mais importante e a idolatria foi deixada de lado. Valorizamos a família, o amor, a união, a solidariedade, a fidelidade, cometemos erros e acertos tal qual qualquer heterossexual, e não estamos de forma alguma indo contra a natureza humana, muito pelo contrário. Apoiamos fortemente o direito de cada um de nós seguir a sua própria natureza, desde que ela não interfira na liberdade de ser e estar de outras pessoas.

    A sexualidade humana ainda é pouco conhecida, pouco discutida e pouco compreendida. Imagine, então, como era naquela época! Se hoje o sexo é visto como um tabu, e se antigamente era praticado sem distinção alguma em Roma, podemos entender que a grande lição de agora é tentarmos encontrar um equilíbrio, respeitando as diferenças, e sempre buscando a base de tudo no amor.
    Quero destacar que não pertenço a nenhuma ordem religiosa, não me fechei em doutrina alguma e não gosto da idéia de comprar pacotes fechados, seja lá do que for. Aprecio e MUITO a minha liberdade de escolher o que acredito ser melhor para mim, independente de pertencer a essa ou aquela religião. Discernimento é a palavra chave aqui. Sinto Deus agindo em Jesus, assim como em Buda, em Krishna, no Preto Velho, nos médiuns espíritas, nos padres, rabinos, nos ateus, judeus, em mim e em você, sem distinção.
    Entre os maiores erros dos religiosos é o de comparar todos os gays e lésbicas a pessoas sem caráter, sem afeto, sem moralidade. Qualquer um que tenha um pouco de discernimento consegue ver que o preconceito é o grande agente causador de sofrimento e de marginalização de boa parte dos homossexuais. Os mesmos que causaram a dor acabam vindo depois para apontar o dedo dizendo ser castigo divino. Fico imaginando como reagiriam ao saberem que, no final das contas, o que vai valer é o que fizeram de bom às pessoas, quantas foram felizes com seus atos, quantas barreiras foram rompidas, quantos sofrimentos foram evitados com a oportunidade única que Deus deu a eles de viver.

    Agora, com vocês, Romanos I – para ler tendo em mente que o cristianismo (e a sua Bíblia) é apenas uma entre as muitas religiões existentes nesse mundo. Todas são merecedoras de respeito, mas nenhuma deve servir de instrumento para cegar ou justificar erros, julgamentos, e sombras milenares que carregamos. Devemos evoluir sempre, sabendo interpretar tudo o que foi escrito com discernimento e sabedoria.

    ResponderExcluir
  8. Romanos 1

    1. Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus.

    2. O qual antes prometeu pelos seus profetas nas santas escrituras,

    3. Acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne,

    4. Declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dos mortos, Jesus Cristo, nosso Senhor,

    5. Pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu nome,

    6. Entre as quais sois também vós chamados para serdes de Jesus Cristo.

    7. A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

    8. Primeiramente dou graças ao meu Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé.

    9. Porque Deus, a quem sirvo em meu espírito, no evangelho de seu Filho, me é testemunha de como incessantemente faço menção de vós,

    10. Pedindo sempre em minhas orações que nalgum tempo, pela vontade de Deus, se me ofereça boa ocasião de ir ter convosco.

    11. Porque desejo ver-vos, para vos comunicar algum dom espiritual, a fim de que sejais confortados;

    12. Isto é, para que juntamente convosco eu seja consolado pela fé mútua, assim vossa como minha.

    13. Não quero, porém, irmãos, que ignoreis que muitas vezes propus ir ter convosco (mas até agora tenho sido impedido) para também ter entre vós algum fruto, como também entre os demais gentios.

    14. Eu sou devedor, tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes.

    15. E assim, quanto está em mim, estou pronto para também vos anunciar o evangelho, a vós que estais em Roma.

    ResponderExcluir
  9. 16. Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.

    17. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.

    18. Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça.

    19. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.

    20. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;

    21. Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.

    22. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.

    23. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.

    24. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;

    25. Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.

    26. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.

    27. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

    28. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;

    29. Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;

    30. Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;

    31. Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;

    32. Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

    ResponderExcluir